Inbound Marketing

Inbound ou Outbound Marketing. Mas o que é isso?

Bom, com várias tecnologias no mercado, além de importarem produtos, serviços, mão de obra, importam também palavras rsrsrs

E pra entender as raízes, e não somente a palavra em si, vamos entender o significado, podemos ver a tradução literal, de exemplo:
Inbound & Outbound in the same software, que significa: Entrada e Saída no mesmo programa.

Com esse termo de entrada e saída, ou envios e recebimentos, adotaram o termo Inbound Marketing, ações que fazem com que os potenciais clientes venham até a sua empresa, são entradas de potenciais consumidores, através de técnicas que se utilizam e sejam conteúdos relevantes para eles. Você doa informações, dicas, cuidados, referências, e os recebe de volta com interesse em adquirir.

Com o propósito de proporcionar algo relevante – podem ser informativos semanais por email, download de arquivos produzidos como exemplo, eBooks, postagens de matérias com informações educativas, ou mesmo vídeos de dicas e palestras online –, você se torna uma referência de consulta ou, futuramente, uma necessidade para eles. E eles irão te procurar.

Inbound Marketing x Outbound Marketing

Então, automaticamente tudo que não é um conteúdo de entrada espontânea, que você está proporcionando (Inbound Marketing), algo que você não está entregando informações úteis ao primeiro contato, é Outbound Marketing, sendo só a tentativa de exibir o produto em si e tentando empurrar algo. Empurrando algo que até poderia ser útil, mas nem ele sabe pra que serve ou onde teria valia aquele determinado negócio que está a oferecer.

É necessário gerar interesse.

E agora, qual utilizar?

As empresas antigamente só utilizavam o método tradicional, só de oferecer o produto interrompendo as pessoas. Podemos pegar como exemplo, um shampoo: faz um cartaz grande, a foto do produto, com descrição e o preço, com a isca de valor X, com desconto agora Y!

A estratégia atualmente é ter conteúdo (por email, grupos, redes sociais, site, blog, etc.) com dicas de cabelo, cuidados que podem ser levados em consideração, variedades para cada tipo, e se for cachos, os cuidados são esses, se forem com tinturas os cuidados são aqueles. E posteriormente, após você doar uma informação relevante de cuidados, é que seu negócio vai apresentar, que possui os produtos que se encaixam no perfil (nesse exemplo o shampoo, para o potencial consumidor) .

O marketing de conteúdo te trará credibilidade, mostrará que você e seu negócio têm a preocupação de auxiliar na escolha, que é um expert e domina o assunto relacionado aos seus produtos/serviços. Mostra que você está se doando com informações úteis, além de ir acumulando dados que posteriormente serão importantes para as buscas digitais.

Quando uma pessoa faz uma busca e digita “como cuidar do cabelo’’, você pode associar as buscas a retornarem os seus artigos e dicas e consequentemente a sua empresa, negócio ou produto, O cliente potencial não vai só acessar, vai lhe agradecer, se interessar, adquirir e até te indicar e compartilhar!

Isso foi um exemplo de shampoo/produto, mas pode ser aplicado por inúmeros serviços, dicas de beleza, saúde, esportes, vestuário, indústrias, meio ambiente, viagens, etc. Isso vai da criatividade que é tão necessária nos dias atuais.

Mas então a venda direta e tradicional vai acabar?

Não, um tablóide de supermercado é algo válido. São produtos cujas informações já foram trabalhadas e todo mundo sabe pra que serve, ou para as televendas que o consumidor já tem a plena certeza da compra, você irá disponibilizar contatos para que faça o pedido, ou para aqueles que já adquiriram a primeira vez e estarão fazendo uma recompra daquilo que ele já sabe o que é e pra que serve, e poderá entrar com essa ação. Ou seja, tem se tornado uma ferramenta para o final ou complemento, mas nunca invasivo ou interruptivo.

Então estrategicamente falando, vai depender do seu planejamento e qual método vai adotar. Mas os resultados com Inbound marketing, seja nas pesquisas, analisando os resultados, tem se mostrado mais efetivo, ou seja, entre interromper e ficar falando só do produto e a incerteza de um sim, ou ter conteúdos relevantes e úteis para eles, que serão como ímãs que farão eles chegarem até você, por livre e espontânea vontade, tem sido mais eficaz.

ah! Isso é Inbound Marketing, trabalhar com conteúdos relacionado ao meu produto/serviço e aquilo que eu fazia interrompendo a atenção das pessoas era Outbound Marketing, aahh tendi! ;D

 

Quer falar com a Aline?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem